É impossível viver neste mundo e não ser ferido por alguém. Há momentos que nos sentimos no fundo do poço. Abandonados, rejeitados e desprezados até mesmo por aqueles que mais amamos.

Foi exatamente isso que aconteceu com um jovem de 17 anos, chamado José. A Bíblia tem muito a dizer sobre ele. A história de Abraão é uma história longa e uma das mais importantes em Gênesis. Mas a história de José se compara a história de Abraão no número de capítulos (quatorze capítulos cada). Todavia, no relato sobre a vida de José, de Gênesis 37 a 50 não há nenhuma falha cometida por ele.[1] Na verdade, foram os irmãos de José que falharam. José era o filho predileto de Jacó, e seus irmãos o invejavam. Devido ao pecado de seus irmãos, ele foi, literalmente, jogado em um poço. Seus irmãos até pensaram em matá-lo, mas resolveram vendê-lo como escravo para um grupo de ismaelitas que seguia para o Egito (Gn 37).



[1] Boice, J. M. (1998). Genesis: an expositional commentary (p. 858). Grand Rapids, MI: Baker Books.