A Bíblia se refere ao céu mais de quinhentas vezes. No entanto, a descrição de João nesses capítulos é a mais completa em toda a Escritura. Através da visão de João, os crentes têm o privilégio de visualizar o local onde viverão eternamente.

No capítulo quatro, o que mais chama a atenção do apóstolo João foi o trono de Deus. Se você observar, a palavra”trono” aparece 13 vezes em 11 versículos. Isso significa que Deus governa o universo. O Trono é o verdadeiro centro do universo. Esse trono não está na terra, mas no céu. Quem está no trono, tem o controle de todas as coisas.

Agora, no capítulo cinco, João continua sua descrição da visão celestial. Mas desta vez, João fica impressionado com um livro que estava na mão direita de Deus. O livro estava escrito dos dois lados e selado com sete selos e ninguém em todo o universo foi considerado digno para quebrar os selos e abrir o livro. Então, o apóstolo João chorou copiosamente, pois ele percebeu que o plano de resgate glorioso de Deus para a humanidade nunca poderia ser concluído até que o livro fosse aberto. Assim, o capítulo 5 é a descrição sobre o único que é capaz de receber o livro das mãos de Deus. uma descrição viva daquele que é capaz de concretizar a história da redenção do povo de Deus. O capítulo se divide naturalmente em três seções: o Digno procurado, o Digno encontrado e o Digno adorado.

Rev. Jocarli A. G. Junior